SEX 30/JAN ANDREA DUTRA NO SHOW “ANDREA, ELTON, PAULINHO, CARTOLA E ZÉ KETI”

Categories: Notícias

CARTAZ 30jan2015

 

Andrea Dutra no show “Andrea, Elton, Paulinho, Cartola e Zé Keti”

Data: 30 de janeiro 2015

Horário: 19hs

Entrada: R$15,00 (feminino) R$20,00 (masculino)

Local: Santa Praça – Arte, Gastronomia e Entretenimento

Rua Adamina, 64 – Praça Duque de Caxias- Bairro Santa Tereza BH/MG

Info: (31) 3243-5993

www.santapraca.com.br

Andrea, Elton, Paulinho, Cartola e Zé Keti.

A cantora Andréa Dutra reuniu composições de Elton Medeiros e seus parceiros, Cartola, Zé Keti e Paulinho da Viola, e montou um repertório em que brilha a beleza do samba, a poesia das letras, o bordado delicado das melodias e a sofisticação das harmonias. Tudo com pegada bem carioca, poema de bamba, pronto a exaltar o amor e seus efeitos colaterais.

A ideia de visitar Elton Medeiros, e suas parcerias, começou com o convite de Paulão 7 Cordas para um show no Carioca da Gema, casa tradicional de samba no bairro da Lapa. Os shows aconteceram em 2013.

Muitas músicas ficaram de fora dessa primeira edição. Restou aquela vontade de fazer de novo, misturando canções de autoria dos parceiros de Elton, desenhando um panorama despretensioso de um tempo, um ambiente, um pouco de Zicartola, um pouco de Opinião, um pouco de Rosas de Ouro.

Para o novo show, Andrea convidou os setecordistas Rafael Mallmith e João Camarero, dois talentos da nova geração, um gaúcho, o outro paulista, ambos residentes no Rio e assíduos na nova cena carioca de samba e choro.

ANDREA DUTRA Cantora e compositora carioca.

A cantora e compositora Andrea Dutra foi vocalista de Tim Maia, cantou com Sandra de Sá, Serjão Loroza, Mart’nália, Danilo Caymmi, Dona Ivone Lara, Alcione, Emílio Santiago e Seu Jorge. Reza a lenda que ela foi a primeira mulher puxadora de samba do bloco Suvaco do Cristo, nos anos 90.

Pelo seu primeiro disco, Andrea Dutra, foi indicada ao Prêmio Sharp. Sua música “Disseram”, que está no álbum Soul of Brazil, da You Records, foi indicada ao Grammy Latino.

Andrea tem cinco discos solos: Andrea Dutra, 1993; Black Museu Brasileiro, 1998 (com canções de Cassiano, Tim Maia e Gerson King Combo, entre outros nomes do soul nacional); Quarteto Moderno, 2003; O amor de uns tempos pra cá, 2007 e Jamba, 2013 (trocadilho do título, junção de “jazz” com “samba”). Também gravou com diversos artistas e grupos.

Seu mais novo CD solo, Jamba, foi lançado em maio de 2013, pela Mills Records. No repertório, brazilian jazz, composições inéditas e regravações.

Há mais de 13 anos se apresenta, com o Andrea Dutra Quarteto (standards de jazz, Cole Porter, Gershwin, Cartola, Monarco) pelo circuito de casas de shows e teatros do Rio e de São Paulo. É residente do Triboz, casa internacional de jazz, na Lapa, desde 2010. Foi residente da Modern Sound por cinco anos. Mistura Fina, Rio Jazz Club, People, Jazzmania e muitos outros.

Em 2014, apresentou-se no MIDEM Festival, em Cannes, França, a maior feira internacional de música do mundo.

Também em 2014, retorna com seu show “Black Museu Brasileiro” O soul à brasileira tem presença marcante em sua carreira e já cantou com a estrela maior do gênero: Tim Maia. O “Tim Maia In Concert”, uma grande produção, no antigo Hotel Nacional, com coro e orquestra, seção de cordas e naipe de metais.

Em setembro de 2014, faz apresentação solo em São Paulo, mostrando o repertório que a consagrou como uma cantora sem fronteiras. Baseada no brazilian jazz e nos standards de jazz songs, também passeia à vontade pelas praias de samba e soul e mostra algumas de sua autoria. Neste show, acompanhada pelo pianista William Magalhães, com quem já trabalhou em participações nos shows na Banda Black Rio, da qual ele é o diretor musical, mentor, arranjador e maestro. Uma parceria com repertório quente e suingado.

Em 2013, show em homenagem a Vinicius de Moraes (1913-1980) no ano de seu centenário, com Itamar Assiere (piano), Alex Rocha (baixo) e Ricardo Costa (bateria) interpretam parcerias do poeta com Tom Jobim, Baden Powell e Toquinho.

Cantou no Palácio de Versalhes, no Ano do Brasil na França, em 2005. Foi indicada ao Grammy Latino e ao Prêmio Sharp, pelo seu primeiro disco Andrea Dutra.

Venceu o Prêmio Tim de Melhor Grupo de Samba, como integrante do Arranco de Varsóvia, do qual faz parte desde 2001, tendo lançado 5 CDs e um DVD.

A faixa A linha e o linho, de Gilberto Gil, do CD O amor de uns tempos pra cá, integrou a trilha sonora da novela Tititi, da TV Globo, em 2010.

Em 26 anos de carreira, iniciados em 1988 nos bares da cidade, ela construiu um rico repertório passeando por black music, jazz, samba e MPB. Já se apresentou também no Mistura Fina, Rio Jazz Club, People e Jazzmania, dentre outros.

Andrea foi produtora e curadora do festival A influência do jazz. Andréa é jornalista formada pela Universidade Federal Fluminense, é tradutora e escritora.

João Camarero

Apontado como um dos principais nomes da nova geração do violão brasileiro, João Camarero estudou no Conservatório de Tatuí e na Escola Portátil de Música. Já se apresentou com importantes nomes da música, como Altamiro Carrilho, Nailor Proveta, Cristóvão Bastos, Ademilde Fonseca, Agnaldo Rayol, Zélia Duncan, Conjunto Época de Ouro, Mike Marshall, Elton Medeiros, Roberto Silva, entre outros. Tocou em diversos países, entre eles França, Alemanha, Itália e EUA. Atualmente trabalha em concertos e gravações com os bandolinistas Joel Nascimento e Déo Rian, com o cavaquinista Henrique Cazes, com o violonista João Lyra, entre outros importantes nomes da música, além de atuar como professor e monitor na Escola Portátil de Música.

“João é um dos violonistas mais talentosos que conheço dessa nova geração. É um menino que toca feito gente grande. Tem garra e muita alma tocando, além de uma sonoridade impecável. A alma do violão brasileiro agradece!” (João Lyra)

Rafael Mallmith

Multinstrumentista e compositor gaúcho nascido em Porto Alegre, reside no Rio de Janeiro e possui larga inserção no ambiente da música regional brasileira. Atua como instrumentista e arranjador em relevantes projetos, gravação, produção e direção musical de discos, festivais de música, oficinas com fim educativo, e inúmeros shows. Atua com importantes artistas brasileiros, tocando em diversos espaços culturais. Entre esse artistas estão Wilson Moreira, de cujo show foi diretor musical, Nelson Sargento, Maurício Carrilho, Cristina Buarque, Zé da Velha, Amélia Rabello, Monarco, dentre outros.

 

Deixe uma resposta