Rogério Caetano (Violonista de 7 cordas, Arranjador e Compositor)

“Rogério Caetano” vem trilhando seu caminho musical desde os seis anos de idade, tendo sempre o choro e o samba como suas principais referências. Hoje é considerado pelos críticos, músicos e pelo público um virtuose do violão de sete cordas, é referência no instrumento. Possui uma forma totalmente original de se tocar, e já tem seu lugar ao lado dos grandes nomes do violão brasileiro.

Nasceu em Goiânia (GO) em 1977 e mudou-se para Brasília em 1995, onde se tornou assíduo participante do Clube do Choro de Brasília, apresentando-se ao lado de vários mestres como Sivuca, Hermeto Pascoal, Altamiro Carrilho, Carlos Poyares, entre outros. Integrou o grupo Dois de Ouro (1998/2002) e formou o grupo “Brasília Brasil” em parceria com Hamilton de Holanda e Daniel Santiago, que se apresentou em várias capitais brasileiras pelo Circuito Cultural Banco do Brasil e em festivais nos Estados Unidos e Europa.

Com o Grupo “Brasília Brasil”, foi selecionado no programa “Rumos Itaú Cultural” em 1999 e gravou em 2001 o CD “Abre Alas” (Caravelas, 2001). Como solista fez parte do projeto “Sete cordas: um violão brasileiro” CCBB de São Paulo, em 2003. Formou-se no curso de Bacharelado em Composição Musical na Universidade de Brasília, no ano de 2004.

Em 2005, participou do CD, DVD e livro “Violões do Brasil”, projeto que trata da história do instrumento no Brasil e que reuniu os nomes de maior notoriedade. Gravou DVD e realizou turnê pela Europa pelo projeto “Música do Brasil”, ao lado de Yamandu Costa, Armandinho Macedo, Robertinho Silva, Thiago do Espírito Santo e Edu Ribeiro.

Participou em 2006 do Tim Festival (Rio de Janeiro e São Paulo) ao lado de Dona Ivone Lara e Leandro Braga. No mesmo ano fez duas turnês pelo projeto Pixinguinha, viajando pelo Brasil com Monarco da Portela e Leandro Braga.

No ano de 2007, fez turnê nacional lançando o CD “Pintando o Sete” (Rob Digital, 2006), indicado ao Prêmio TIM de Música Brasileira. O CD recebeu ótimas críticas por todo o país, em especial a matéria da Revista Violão Pró. Participou do Tim .

Em 2008, participou como solista do projeto “Sons da Música Brasileira – fascículo Violão”. Lançou em 2009 o CD “Rogério Caetano” (Fubá Music) em que sola peças autorais compostas para o violão de sete cordas de nylon. Este álbum foi pré-indicado ao Grammy Latino 2009 e recebeu ótimas críticas por todo Brasil. Ainda em 2009, gravou o CD “Na Cabeça” (Biscoito Fino, 2009) de Marcos Sacramento, com Luis Flávio Alcôfra e Zé Paulo Becker, e realizou turnê pela Europa e Brasil.

Em parceria com Marco Pereira, escreveu em 2010 o método “SETE CORDAS, TÉCNICA E ESTILO”, trabalho que aborda profundamente a linguagem do violão de 7 cordas principalmente no choro e no samba. O

livro recebeu grande destaque pela revista Guitar Player, considerando-o um método de grande importância para o aprendizado do instrumento.

Vem utilizando seu método para realizar workshops e oficinas em vários festivais de música, tais como: Oficina de Música de Curitiba e Festival de Música de Domingos Martins, Curso Internacional de Verão da Escola de Música de Brasília, SESC Festival Internacional de Música de Pelotas e Festival Internacional de Música de Londrina, Conservatório Brasileiro de Música – Centro Universitário.

Participou como solista nos anos de 2010 e 2011 do Festival de Cordas realizado no Auditório Ibirapuera e do festival Europália (Bélgica), onde reuniram-se grandes violonistas do país como Fábio Zanon, Marco Pereira, Yamandu Costa, Alessandro Penezzi, Zé Paulo Becker, Marcello Gonçalves, Marcus Tardelli, Ulisses Rocha, Paulo Bellinati, Odair Assad e Brazilian Guitar Duo.

Também nos anos de 2010 e 2011 integrou o projeto “Tocata à Amizade” de Yamandu Costa que realizou turnê nacional e internacional (França, Índia, China e Israel) destancando-se o concerto no auditório do Museu do Louvre, Paris. O projeto foi gravado em DVD pelo Canal Brasil e contou com duas composições de Rogério Caetano.

No primeiro semestre desse ano de 2012, lançou em parceria com Yamandu Costa o CD “Yamandu Costa e Rogério Caetano” (Delira Música) dedicado a Dino 7 Cordas, Raphael Rabello, Hélio Delmiro e Marco Pereira.

“Da nova geração de violonistas brasileiros, Yamandu Costa e Rogério Caetano representam o que há de melhor na música popular brasileira desse início de século. Com bagagens diversificadas, Yamandu e Rogério souberam, com inteligência e maestria, unir dois violões de sete cordas em prol de um resultado musical de altíssimo nível. São dois músicos que demonstram um incrível grau de virtuosidade no sentido mais amplo desse termo, seja pela exuberante técnica que demonstram, pela sonoridade autêntica, por um rico fraseado, e ainda, por uma notável capacidade de transitar com naturalidade do lirismo ingênuo de simples melodias diatônicas até as mais ousadas e infernais combinações cromáticas expressadas em complexas formulações rítmicas.” Marco Pereira.

No segundo semestre de 2012 idealizou, produziu e atuou no cd “Um Abraço no Raphael Rabello: 50 anos” (Acari Records) que reúne 11 composições feitas em homenagem ao Raphael Rabello por expressivos nomes do instrumental brasileiro (Hamilton de Holanda, João Lyra, Cristovão Bastos, Mauricio Carrilho, Marco Pereira, Yamandu Costa, Alessandro Penezzi, Fernando César e Julião Pinheiro).

Rogério Caetano tem difundido com grandes performances sua escola de violão de 7 cordas no Brasil e no exterior, e é um dos músicos mais atuantes no mercado fonográfico brasileiro. Destacam-se as gravações com Ivan Lins, Nana Caymmi, Maria Bethânia, Dudu Nobre, Beth Carvalho, Dona Ivone Lara, Fundo de Quintal, Martinho da Vila, Monarco (CD e DVD), Arlindo Cruz, Lenine, Vanessa da Mata (CD e DVD) em Parati, projeto Samba Social Clube (CDs e DVDs volumes 1, 2, 3 e 4) ,Com Zeca Pagodinho já participou de vários CDs e do DVD Gafieira Acústico MTV incluindo seu mais novo dvd “Vida que Segue” gravado em dez/2012.

Rogerio Caetano usa cordas D’Addario e violões Lineu Bravo e Tércio Ribeiro.

www.rogeriocaetano.com

Release em pdf